Patologia degenerativa (artrose) do cotovelo

Em que consiste a artrose do cotovelo?

A patologia degenerativa ou artrose resulta da perda da cartilagem que reveste os ossos nas articulações, que começam a friccionar entre si. Qualquer articulação do corpo pode desenvolver artrose e o cotovelo é uma das articulações menos afetadas, graças aos seus ligamentos resistentes que o estabilizam.

Qualquer pessoa pode desenvolver artrose do cotovelo, mas algumas são mais susceptíveis de a desenvolver, pelo estilo de vida, ocupação ou atividades de lazer. Geralmente afeta homens que desenvolvem trabalho manual esforçado, doentes com história de fratura ou lesão do cotovelo, idosos ou doentes com antecedentes da patologia na família.

 

Que sintomas experiencia um doente com artrose do cotovelo?

Para além da dor, agravada particularmente às mobilidades, os sintomas da artrose do cotovelo incluem rigidez, dificuldade em mobilizar o cotovelo, incluindo bloqueios, sensação de instabilidade e tumefação do cotovelo (em casos mais graves).

 

Como sei se tenho artrose do cotovelo?

Para além da clínica baseada na história e exame físico, a radiografia do cotovelo ajuda a estabelecer o diagnóstico.

 

Em que consiste o tratamento?

O tratamento baseia-se na restrição de atividades que sobrecarregam a articulação, medicação analgésica e anti-inflamatória e fisioterapia.

Quando a abordagem conservadora não é eficaz no controlo dos sintomas, pode estar indicada a cirurgia, que pode passar por:

  • sinovectomia: remoção de membrana sinovial (que reveste a articulação) e cuja inflamação é muitas vezes a causadora das queixas álgicas;

  • artroscopia: para desbridar tecidos fibrosado ou excisar osteófitos (esporões ósseos), bem como pequenos corpos livres ósseos ou cartilagíneos intrarticulares;

  • osteotomia: remoção de pequenas secções de osso para melhoria dos sintomas e diminuir atrito ósseo entre superfícies articulares;

  • artroplastia: o cirurgião substitui a cartilagem por prótese artificial, em situações extremas e muito graves.

voltar